(21) 3400-7688 // 9754-56945 (Whatsapp) contato@turistafc.com.br
Messi – La Pulga atrás do longo caminho de alcançar os recordes de maior goleador da Copa do Rei e da Champions League

Messi – La Pulga atrás do longo caminho de alcançar os recordes de maior goleador da Copa do Rei e da Champions League

Já sabemos que Messi conquistou o prêmio de melhor do mundo por 5 vezes e pode muito bem ser novamente. Aliás, ele já é considerado por grandes veículos como o melhor da história acima de Pelé e Maradona. Muito do que entra no debate sobre a vida profissional do nosso Hermano são os recordes quebrados. Afinal, temporada após temporada, o argentino alcança marcas impressionantes como ter chegado a mais de 600 gols na carreira.

 

Messi com os 5 troféus de melhor do mundo.

Messi com os 5 troféus de melhor do mundo.

 

Só que há recordes a serem conquistados que podem dizer como a derrota para o Roma torna as coisas mais difíceis para o atacante. A disputa pelo maior número de gols feitos na Champions está aberta mesmo que distante após a desclassificação nas quartas de final. Lionel Messi ainda está atrás de um gajo que mora em Madrid. Mas vamos conferir primeiro onde La Pulga argentina impera disparado nos demais recordes de gols marcados.

 

O maior da história do Barcelona FC

Messi comemorando após gol.

Messi comemorando após gol contra o Real Madrid.

 

Isso mesmo. Messi é o maior da história do time catalão. Pelo menos ao considerar o número de gols, o argentino já marcou 546 pelo Barcelona desde 2005. Não será surpresa nenhuma se ele encerrar a carreira acima da marca dos 650.

 

O maior goleador da La Liga

Messi e Neymar em partida pela La Liga.

Messi e Neymar em partida pela La Liga.

 

Na liga espanhola, Messi já alcançou a marca de 378 gols feitos. São 70 a mais do que Cristiano Ronaldo, porém o argentino tem a vantagem de ter estreado na La Liga em 2005, enquanto Cristiano Ronaldo só chegaria ao Real Madrid em 2009.

 

Artilheiro da seleção argentina? É ele mesmo!

Messi comemorando gol pela seleção argentina.

Messi comemorando gol pela seleção argentina.

 

Mesmo sem ter um título de expressão além do ouro em 2008 pela Argentina e ter batido na trave na Copa de 2014, Messi é o maior goleador argentino de todos os tempos. Ele tem 61 gols marcados pela seleção até então. Seu rival português tem um número bem mais expressivo com 80 gols marcados entre 2004 e 2018 pela seleção portuguesa. Mas ambos os números estão distantes do recorde detido por Ali Daei do Irã. O ex-jogador iraniano detém o recorde de maior goleador em jogos de seleções nacionais com 101 gols.

 

Rumo ao topo da artilharia de todos os tempos da UEFA Champions League

Messi driblando Cristiano Ronaldo.

Messi driblando Cristiano Ronaldo.

 

Cristiano Ronaldo já marcou 120 gols na Champions. Já Messi, alcançou a marca de 100 gols na goleada contra o Chelsea nas oitavas de final. Depois da derrota bem amarga para o Roma, o argentino só vai poder ter a chance de deter o recorde apenas na próxima edição da Champions League. Com certeza ele já está mentalizando os caminhos e os gols para chegar à final em Madrid no ano que vem.

 

Copa do Rei – Artilharia geral bem distante da realidade

Messi após partida pela Copa do Rei.

Messi após partida pela Copa do Rei.

A final da Copa do Rei é nesse sábado no Wanda Metropolitano em Madri. O estádio também vai abrigar a final da Champions League em 2019. Só que nesse sábado, 21/04, Messi terá a chance de aumentar o número de gols feitos até hoje na competição (47 até então). São 24 a mais do que Cristiano Ronaldo, mas ainda estará bem distante de ser o maior goleador de todos os tempos da competição. Os 81 gols feitos por Telmo Zarra, ex jogador do Athletic Bilbao, entre 1939 e 1957 torna a probabilidade muito difícil de acontecer.

 

Veja o show Messi com o Turista FC. Partiu El Clásico!

Messi e o drible histórico contra Boateng.

Messi e o drible histórico contra Boateng.

 

06/05 é um grande dia. Guarde bem esta data pois vai rolar o último El Clásico da temporada. O nosso Pacote El Clásico tem incluso a hospedagem (com café da manhã), seguro viagem e traslado entre o aeroporto e o hotel. Também temos o nosso Pacote Més Que Un Club onde você curte 4 noites em Barcelona e já garante o Camp Nou Tour. Temos uma gama de pacotes para você ver Messi e o Barcelona de perto. Entre em contato com a gente e permita-se viver essa experiência incrível.

 

Playoffs da NBA à vista! Golden State Warriors é a franquia mais vitoriosa da NBA nos últimos 6 anos

Playoffs da NBA à vista! Golden State Warriors é a franquia mais vitoriosa da NBA nos últimos 6 anos

Nada acontece do dia para a noite nos esportes americanos. Mesmo na era da busca por resultados instantâneos, os campeões continuam surgindo por trás de muito trabalho, planejamento e liderança. E o Golden State Warriors, equipe com o maior número de vitórias nas últimas 6 temporadas regulares, é a prova disso.

Com 5 títulos conquistados, os Warriors são a terceira franquia com o maior número de aparições nas finais (9 vezes). Ficam atrás do Boston Celtics (21) e do Los Angeles Lakers (31). Se considerar o ranking dos maiores campeões, os Warriors ficam em quarto lugar empatado com os Spurs (5 títulos também). Os três primeiros são os Celtics (17 títulos), Lakers (16 títulos) e os Chicago Bulls (6 títulos).

 

Banners hasteados na arena do Warriors, Oracle Arena.

Banners hasteados na Oracle Arena.

 

O time da Bay Area alcançou 363 vitórias na temporada regular entre 2012-13 e 2017-18 e é um dos mais cotados para estar nas finais novamente. E sabe por que esse número, além de impressionante, é uma estatística beirando a premonições? Porque é o número de vitórias em 6 anos que mais se aproxima dos Celtics de Larry Bird (373 vitórias de 1980-81 a 1985-86), dos Lakers de Magic Johnson (371 vitórias de 1984-85 a 1989-90) e dos Bulls de Michael Jordan (362 vitórias entre 1992-93 e 1997-98). Lakers e Celtics conquistaram três vezes o anel de campeão durante essas fases e os Chicago Bulls, 4. Os San Antonio Spurs, entre 2002-03 e 2007-08 alcançaram 353 vitórias e foram três vezes campeões naquele período. Esses grandes números são uma pequena parcela de como manter a continuidade de um projeto de equipe campeã pode torna-la multicampeã.

Os Warriors já foram campeões 3 vezes no século XX. Inclusive foi o primeiro campeão da NBA, em 1947, quando ainda era BAA. Mas os dois títulos conquistados nos últimos anos são a soma do resultado de uma nova cultura implementada pela diretoria. Mesmo com a trágica derrota nas finais de 2016 depois de se tornar o time com o maior número de vitórias em uma temporada (73-9), eles não se abateram  recuperaram o trono na temporada seguinte. Agora, com os Playoffs já a partir deste sábado, eles estão firmes e fortes para agarrar o terceiro campeonato em 6 anos.

Embora algumas derrotas desnecessárias e uma campanha que os levou ao segundo lugar do Oeste, distante do Houston Rockets, os Warriors agora seguem firmes para defender o título. Os pilares da franquia estão mais que preparados para enfrentar os obstáculos que virão. E os pilares desse projeto vencedor que domina a quadra podem ser conferidos aqui.

 

Steve Kerr, o pupilo dos técnicos multicampeões

Steve Kerr, técnico dos Warriors, com o troféu de campeão em 2015.

Steve Kerr com o troféu de campeão em 2015.

 

Ele é técnico do Golden State Warriors desde 2014 quando assumiu o lugar que era de Mark Jackson. Com um elenco que já estava sendo desenvolvido pelo técnico anterior, implementou um novo esquema tático. O time continuou dinâmico e ágil, porém começou a valorizar o passe, o espaçamento da quadra e intensificar os arremessos de 3 pontos. Vale frisar que Steve Kerr foi 5 vezes campeão da NBA pelos Bulls (3 vezes) e Spurs (2 vezes). Fato esse que é essencial pelos anos de prática sob o comando dos técnicos multicampeões, Phil Jackson e Greg Popovich. Claro que, como a NBA é uma liga que valoriza muito os jogadres, os talentos do time botam em prática as estratégias do seu comandante.

 

Stephen Curry, o MVP unânime

Stephen Curry, armador dos Warriors.

Stephen Curry.

 

Ele é o décimo jogador de basquete mais influente de todos os tempos que mudou a forma de jogar o basquete. Isso de acordo com o ranking da ESPN. Durant, seu parceiro de equipe, diz que ele é “o maior arremessador que já passou em uma quadra de basquete”. Curry é um dos últimos jogadores que mudou a forma de jogar com seus dribles, mecânica e posicionamento de arremessos de longa distância. Ele é a peça central da equipe e ganhou o prêmio de MVP da temporada dois anos seguidos. Em 2016 foi de forma unânime, a primeira da história.

 

Draymond Green, raça e eficiência

Draymond Green. Ala dos Warriors

Draymond Green.

 

Quem disse que ser o último escolhido no draft da NBA é sinal de fracasso? Para Green isso não quis dizer absolutamente nada e para os olheiros dos Warriors também não. Seu título de jogador defensivo do ano e a liderança em roubos de bola de 2017 provam o seu talento. Draymond é um ala de força moderno que domina os principais fundamentos na astúcia e na raça.

 

Iguodala, o sexto elemento com peso de titular

Andre Iguodala com o troféu de MVP das Finais de 2015.

Andre Iguodala começou no Philadelphia 76ers e atuou por 4 anos até ser trocado para o Denver Nuggets. Ele ficou apenas uma temporada e em 2013 assinou com os Warriors sendo titular e peça importante da equipe. Mas com a chegada de Steve Kerr, Iggy passou a começar os jogos no banco para atuar como um sexto elemento. Isso até nas finais de 2015 quando tudo mudou. Os Warriors perdiam a série por 2-1 para os Cavs e no jogo 4, Kerr escalou Iguodala no quinteto titular (que seria conhecido como Death Lineup) e o jogador se tornou peça vital para o título daquele ano. Os Warriors venceram a série contra os Cavs por 4-2 e Iguodala foi MVP das Finais.

 

Klay Thompson, o Splash Brother diferenciado

Klay Thompson em ação em partida dos Warriors contra os Raptors.

 

Thompson estreou na NBA sendo conhecido como o filho de Mychal Thompson, ex-jogador do Lakers e bicampeão nos anos 80. Mas logo foi mostrando o seu jogo com identidade própria devido aos arremessos certeiros de 3 pontos. Sua dinâmica de jogo com o Curry foi tão empolgante para os torcedores que até hoje são chamados de Splash Brothers.

 

Kevin Durant, a cereja do bolo em forma de MVP que faltava para os Warriors

Kevin Durant, ala dos Warriors

Kevin Durant.

 

Kevin Durant foi o último a se juntar à trupe, mas foi muito bem recebido pelos seus companheiros. Afinal, quem não aceitaria o MVP de 2013? E ainda mais sendo o atleta considerado por muitos como o segundo melhor jogador da liga depois do LeBron?

A ida para os Warriors foi um pouco conturbada devido aos anos que jogou no Oklahoma City Thunder. No entanto, Durant queria a glória de ser campeão e enxergou a possibilidade somente com os Warriors e seu sistema de jogo inovador. A aposta foi certeira, pois logo que chegou na temporada passada, foi campeão e MVP das Finais.

 

Bay Area é logo ali

Oracle Arena dos Warriors em Oakland, cidade que faz parte da Bay Area.

Oracle Arena em Oakland, cidade que faz parte da Bay Area.

 

Todos esses grandes pilares dos Warriors você encontra na Bay Area. Como postado anteriormente nesse link, a Bay Area é o território das cidades à margem da Baía de São Francisco. Os jogos do Golden State Warriors são na Oracle Arena, em Oakland, mas na próxima temporada a franquia se mudará para São Francisco, a poucos minutos de Oakland.

O cliente Turista FC tem a oportunidade de conhecer a Bay Area e curtir os jogos dos Warriors nesses Playoffs ou na próxima temporada em São Francisco. E ainda por cima pode aproveitar Los Angeles que fica a um pouco mais de 5 horas dali. Nosso Pacote Eternos Campeões oferece 5 dias em Los Angeles e 5 dias em São Francisco e você pode nos consultar sobre os jogos dos Lakers e Clippers em Los Angeles e dos Warriors em Oakland/São Francisco. Assistir jogos da NBA nos ginásios é com a gente mesmo. Seja um cliente Turista FC.

Ah sim! Enquanto você vai escolhendo a melhor data, acompanhe o jogo San Antonio Spurs x Golden State Warriors na tarde de sábado às 16:00 horário de Brasília.

 

 

 

 

7 points que todo brasileiro precisa conhecer em Miami

7 points que todo brasileiro precisa conhecer em Miami

Já faz um tempo que Miami é uma das cidades mais queridas e desejadas por brasileiros. Com seu clima tropical, praias maravilhosas, área urbana bem estruturada e diversas opções de entretenimento, é um lugar ideal para férias com a família, amigos ou até sozinho. A cidade com mais imigrantes nos Estados Unidos, é também um destino próspero para recomeçar uma nova vida.

Muitos clientes Turista FC procuram a terceira cidade americana mais visitada por brasileiros e passam momentos memoráveis por lá. Com base na experiência deles, apresentamos uma lista com 7 points em Miami que todo brasileiro vai adorar. São eles a seguir.

Crandon Park em Key Biscane

Crandon Park em Key Biscayne, Miami, FL

Crandon Park em Key Biscayne, Miami, FL.

Parque natural a menos de uma hora de Miami Downtown, o Crandon Park tem uma paisagem espetacular com praias paradisíacas. Em suas águas cristalinas já viveram piratas, tribos e soldados. Por conta das dunas próximas ao mar, suas piscinas naturais convidam qualquer visitante que deseja curtir o paraíso. Você pode chegar à ilha pela Rickenbaker Causeway, a estrada que a conecta ao centro da cidade.

Little Havana. O Caribe em Miami

Little Havana, Miami, FL

Little Havana, Miami, FL.

As heranças culturais de Havana são encontradas em qualquer esquina desse distrito de Miami. Se você for em Março, por exemplo, não perca a oportunidade de ir ao Calle Ocho Festival. O evento celebra a cultura cubana e é o maior festival internacional da cultura do país caribenho. Caso não vá em Março, não tem problema. Little Havana é repleto de lugares como o Ball & Chain. O bar temático com música ao vivo que toca jazz e ritmos caribenhos no seu repertório é um dos pontos mais badalados.

South Beach

South Beach, Miami, FL

South Beach, Miami, FL.

Uma área com uma gloriosa extensão de areia coberta pelas águas claras do Atlântico. A praia de South Beach é uma das mais famosas no mundo e fica ao sul de Miami Beach beirando a Ocean Drive.

Ocean Drive

Ocean Drive, Miami, FL.

O point que todos querem botar os pés assim que chegam na cidade. A Ocean Drive é a avenida mais famosa de Miami. Graças a sua vida noturna agitada, variedade de hotéis, bares e restaurantes de cara para a South Beach, a avenida é movimentada em boa parte do ano.

Art Deco Historic District

Art Deco District, Miami, FL

Art Deco District, Miami, FL.

São mais de 900 edifícios e espaços históricos com a herança da arquitetura dos anos 30 e 40. Entre prédios e hotéis famosos, encontra-se o Lummus Park, um espaço onde você pode encontrar artistas de rua virtuosos tocando seus instrumentos.

Wynwood Walls Street Art

Wynwood Walls Street Art, Miami, FL

Wynwood Walls Street Art, Miami, FL.

 

Wynwood tem um contraste descolado e underground se comparado com o resto de Miami. O distrito abriga alguns dos muros mais famosos dos Estados Unidos até então. As obras baseadas pela street art são assinadas por artistas renomados do mundo todo, inclusive os brasileiros Os Gêmeos.

American Airlines Arena

AmericanAirlines Arena, Miami, FL

AmericanAirlines Arena, Miami, FL

Em Miami você encontra o lar de 3 grandes êxitos conquistados, sendo que 2 deles pela glória de um rei. O lar é o American Airlines Arena, os êxitos são os títulos da NBA e o rei é LeBron James.

 

Wade e LeBron celebrando o bicampeonato em 2013 e Wade em ação pelo Heat atualmente

Wade e LeBron celebrando o bicampeonato em 2013 e Wade em ação pelo Heat atualmente.

A casa do tricampeão Miami Heat fica apenas a 15 minutos de South Beach. Nessa temporada, o time recebeu de volta a sua maior estrela, Dwyane Wade, e está a caminho dos Playoffs. Ir a esses jogos em formato de espetáculo é uma programação inesquecível para o turista esportivo.

 

Caio e André curtindo o jogo do Miami Heat na American Airlines Arena.

Caio e André curtindo o jogo do Miami Heat na American Airlines Arena.

 

 

Há uma gama de atividades em Miami e você pode mesclar as que podem ser mais adequadas ao planejamento da sua viagem. E para o turista esportivo, o que não falta é opção nos nossos pacotes.

Para quem deseja ir ao jogo do Heat depois de alguns dias em Nova York, temos o Pacote Das Quadras Às Compras. Caso prefira se dividir entre Miami e Orlando, o Pacote A Magia Das Quadras E Dos Parques é o ideal. Se o foco for Miami Dolphins e New York Giants, o Pacote 10 Jardas Até As Melhores Compras é feito sob medida. Em cada um desses pacotes você pode garantir seu lugar nos jogos do Miami Heat e Miami Dolphins.

Os 7 points destacados pela equipe Turista FC são constantemente indicados para nossos clientes. Agora queremos saber nos comentários quais desses você já visitou e quais você adicionaria na lista.

Cristiano Ronaldo – O dono do show em Madri

Cristiano Ronaldo – O dono do show em Madri

Ninguém diria que um menino da Ilha da Madeira seria a principal referência de espetáculo na terra do flamenco. E que esse espetáculo seria através do futebol com tantas glórias conquistadas, inclusive ser o melhor do mundo por 5 vezes. Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro é o nome do menino que, atualmente com 33 anos, trilhou um longo caminho para alcançar o sucesso.

Faz 9 anos que o Real Madrid abriu suas portas para o craque português. O time madrilenho e seu Santiago Bernabéu são a residência oficial dos shows do El Gajo desde 2009. Seu endereço atual fica a mais de 4 mil km de Funchal, Ilha da Madeira, sua terra natal. Mas a distância não significaria nada em comparação ao talento promissor do atleta mais bem pago no mundo em 2017.

 

Baía de Funchal, Ilha da Madeira. Terra natal de Cristiano Ronaldo.

 

Cristiano Ronaldo, el gajo prodígio

Cristiano Ronaldo despontou os olheiros europeus quando atuava pelo Sporting e com 18 anos foi contratado pelo Manchester United. A equipe pagou 15 milhões de euros pelo passe e um salário anual de 2 milhões de euros por 5 anos.

Jogando nos Red Devils, o jogador ganhou muitos títulos e alcançou marcas impressionantes pelos 6 anos que ficou. Além do tricampeonato da Premier League e a artilharia em 2008 com 31 gols em 34 jogos, ele foi campeão e artilheiro da Champions no mesmo ano.

 

Cristiano Ronaldo com o troféu da Champions League em 2008 pelo Manchester United.

Cristiano Ronaldo com o troféu da Champions League em 2008 pelo Manchester United.

 

Apesar de ter renovado em 2007 por 9,1 milhões de euros anuais, ele decidiu ir a novos ares. O Real Madrid fez dele o jogador mais caro na época. Ele foi vendido por 94 milhões de euros e em 2011 ganharia 12 milhões de euros anuais.

O lado financeiro prosperava, mas dentro das 4 linhas estava aquém do que se esperava do Cara de Madrid devorador de títulos. O Barcelona estava no auge com Messi e cia conquistando o bicampeonato da La Liga e encantando o mundo. O Real Madrid foi vice nesses anos e se sagraria campeão na temporada 2011-2012.

Nos aspectos individuais, mesmo com médias de gols impressionantes, Messi se destacava ganhando 4 prêmios de melhor do mundo seguidos.

 

Cristiano Ronaldo e Messi.

Cristiano Ronaldo e Messi.

 

Persistência lusitana

Discursando após receber o prêmio de Melhor do Mundo em 2013.

 

Apesar de todas as dificuldades de se consolidar com títulos coletivos e individuais, o menino de Funchal continuou a persistir. Aos poucos ele foi recolocando o seu nome no topo da glória. Os títulos da Champions vieram em 2014, 2016 e 2017 e voltou a ser o melhor do mundo em 2013.

Mas em 2016 finalmente veio o êxito de ser campeão da Europa por duas vezes. Uma pelo seu time na Champions League e outra pela seleção de seu país. Liderados por Cristiano Ronaldo, os portugueses conquistaram o título inédito da Eurocopa em uma final emocionante contra a França.

 

Beijando a taça da Eurocopa de 2016 após 1x0 sobre a França.

Beijando a taça da Eurocopa de 2016 após 1×0 sobre a França.

 

As conquistas ainda aumentariam quando mais uma vez foi campeão da La Liga e da Champions em 2017. Os últimos êxitos resultaram na consagração como o melhor do mundo pela quinta vez na carreira.

Atualmente as projeções poderiam ser melhores. O Real Madrid está longe de ser campeão espanhol na temporada, porém recuperou seu encanto avançando às quartas da Champions. Mas nada pode ser páreo para um craque com 645 gols marcados na carreira, ou o atleta mais bem pago do mundo com um ganho total de 93 milhões de dólares em 2017. Sem contar com alguém que já faturou 60 milhões de euros com a Champions e é o garoto propaganda que já rendeu 500 milhões de dólares em valor de marca para a Nike. O show tem que continuar e El Gajo sabe disso. Afinal, antes de ser dono do show em Madrid, Cristiano Ronaldo é dono de si.

 

Turista FC leva você para ver o dono do show em Madrid

Com Turista FC você tem ingressos garantidos para ver Cristiano Ronaldo no próximo Barcelona x Real Madrid no Camp Nou. No Pacote El Clásico (4 noites em Barcelona), está incluso a hospedagem (com café da manhã), seguro viagem, traslado entre o aeroporto e o hotel.

Você também pode acompanhar de perto o El Clásico no Pacote Triplice Coroa. Nele, Barcelona é apenas o início de uma jornada de 12 dias por 3 lugares magistrais da Europa. Você pode conferir no post Tríplice Coroa: Uma jornada de 12 dias pela Europa.

Entre em contato com a gente e marque já a sua presença nessas experiências imperdíveis!

 

 

 

El Clásico – 3 motivos para você não deixar de ir

El Clásico – 3 motivos para você não deixar de ir

Real Madrid e Barcelona fazem uma das maiores rivalidades do mundo do esporte. Talvez seja uma das mais antigas, pois se contar pelo tempo, as equipes se enfrentam há mais de 100 anos. O El Clásico já tem, até a presente data da postagem, 236 embates em jogos oficiais. São ao todo, 95 vitórias para o Real Madrid, 92 para o Barcelona e 49 empates.

 

Zidane e Luis Enrique em ação no El Clásico.

Zidane e Luis Enrique em ação no El Clásico.

 

O último embate pela La Liga está marcado para 06/05 em Barcelona, mas quais serão os lances impressionantes desse El Clásico? Como estará a atmosfera de Barcelona em contagem regressiva para as vésperas do verão? Os nervos das grandes estrelas estarão à flor da pele por causa da proximidade com a Copa do Mundo? São questões que somente serão esclarecidas por quem marcar presença na capital catalã.

Confira 4 motivos para não deixar de ir a esse El Clásico em plena véspera do verão europeu:

 

Um com a mão na taça, o outro procurando a honra

Suárez e Isco, El Clásico

Suárez e Isco.

 

A partida será a antepenúltima do campeonato e o Barcelona está prestes a ter seus 25 títulos da La Liga. Mas o Real Madrid vem embalado após sair fora do perigo de não se classificar para a próxima Champions. E agora, a apenas 4 pontos de distância do rival local, Atlético de Madrid, ele pode conquistar o segundo lugar.

 

El Gajo e La Pulga – El Clásico com uma disputa acirrada pela artilharia

Cristiano Ronaldo e Messi no El Clásico.

Cristiano Ronaldo e Messi no El Clásico.

 

As duas equipes podem se encontrar na Champions League, mas ainda dependem da classificação e sorteio para as semi-finais. Nas demais competições ainda em vigor, não há mais nenhum futuro confronto direto entre elas. Porém, a disputa pela artilharia está acirradíssima. Ainda mais com o Cristiano Ronaldo marcando 4 gols na vitória contra o Girona no último domingo. Com 22 gols na La Liga, o Gajo passou o Suárez na artilharia e está atrás do Messi (25 gols).

 

Clima de Barcelona

Pôr do sol em Barcelona depois do El Clásico.

Pôr do sol em Barcelona.

O verão europeu começa a raiar no final de junho, mas as vésperas da estação é uma das melhores épocas a se curtir. E com o time mais querido da cidade com a mão na taça, o clima será de festa. Você não vai deixar de perder a chance de ir em uma das cidades mais visitadas da Europa nessa época. Como já relatado por aqui, Barcelona detém uma ótima estrutura para turistas com uma gama de pontos turísticos e atrações. É a mistura perfeita para quem procura bons momentos antes e depois de um super clássico como esse.

No pacote El Clásico (4 noites em Barcelona) você aproveita tudo isso com hospedagem garantida (café da manhã incluso), seguro viagem, traslado entre o aeroporto e o hotel e o ingresso para o El Clásico garantido.

Também temos a experiência de Barcelona do El Clásico no Pacote Triplice Coroa. Nele, Barcelona é apenas o início de uma jornada de 12 dias por 3 lugares magistrais da Europa. Você pode conferir no post Tríplice Coroa: Uma jornada de 12 dias pela Europa.

Entre em contato com a gente e marque já a sua presença nessas experiências imperdíveis!

 

 

 

Share This
%d blogueiros gostam disto: