(21) 3400-7688 | (21) 99279-1867
Fábio Balassiano do Bala na Cesta e a viagem rumo aos jogos da NBA na Califórnia

Fábio Balassiano do Bala na Cesta e a viagem rumo aos jogos da NBA na Califórnia

Save the date! Porque ir à Califórnia rumo aos jogos da NBA com Bala na Cesta está em contagem regressiva! Entre 3 e 13 de abril de 2019 vai rolar a viagem da vida de muitos fãs. Nos dias 5 e 7 de abril, você irá à Oracle Arena para ver Warriors x Cavs e Warriors x Clippers. Já nos dias 9 e 10 de abril, será Trail Blazers x Lakers e Jazz x Clippers no Staples Center. Fábio Balassiano, autor do Bala na Cesta e parceiro do Turista FC deu a largada para os preparativos para a terra do basquete.

É evidente que eu não deixaria ele de fora aqui no blog para relatar tudo sobre sua carreira. Ele também fala sobre a relação com o basquete, seu blog, seus admiradores e muito mais. “Bala”, como é chamado por seus fãs e jogadores, conta sobre as expectativas do pacote que te leva à Califórnia para ver as partidas da NBA com Bala na Cesta. Confira a seguir tudo o que rolou em um papo de uma terça feira ensolarada no Rio de Janeiro.

NBA com Bala na Cesta: Fábio Balassiano e Charles Barkley
Fábio Balassiano e Charles Barkley, “mega simpático e com ótimas tiradas.”

 

TURISTA FC: Boa tarde, Bala. Tudo bem? Antes que eu me esqueça, saudações “Lakersnation” e que Papai LeBron lidere nossas vitórias.

Mas agora é sério. O Turista FC e eu já conhecemos o seu trabalho de longa data, mas conta aqui para os leitores do blog um pouco sobre sua trajetória antes de falarmos sobre os jogos da NBA com Bala na Cesta.

FÁBIO BALASSIANO: Claro. Sem problemas. Sou jornalista de formação, trabalhei em grandes redações até 2008, quando por uma opção profissional optei por fazer parte do mundo corporativo. Pra manter a veia do basquete acesa, criei o blog há uma década. O crescimento tem sido imenso, com participações em grandes coberturas, como o All-Star Game da NBA, finais de NBB, Liga de Basquete Feminino, entre outras coisas, e me orgulho muito disso.

TURISTA FC: Você já tem o Bala na Cesta há uma década e faz tudo sozinho. Postagens e redes sociais. No podcast com o grupo dos seus apoiadores e a newsletter você tem a ajuda do Pedro. Mas no final é tudo no seu nome. O que te motiva a todos os dias ficar por dentro do mundo do basquete?

FÁBIO BALASSIANO: Acho que o que me motiva é tentar trazer novidades do mundo do basquete escritas e reportadas da minha maneira para os fãs do esporte no país. São muitos, sabemos. E o basquete é universal, tem sempre muita coisa acontecendo.

TURISTA FC: E os seus admiradores/fãs/seguidores? Sei que você é um dos poucos jornalista que não só tem paciência, mas curte sempre trocar ideia e participar de debates com eles. No grupo do Facebook dos apoiadores dá pra perceber isso. Mas nas redes sociais em geral, você está sempre respondendo e interagindo. Por que você acredita que isso é importante e o que te acrescenta essa relação que você tem com eles?

FÁBIO BALASSIANO: Acho que passa sobretudo por respeito, né? Os caras param pra me ler, o mínimo que devo fazer é conversar e trocar ideia com as pessoas. Sei que sou crítico, mas sou muito respeitoso e carinhoso com meus leitores / seguidores. Na real, no fim do dia o blog é deles, né? Um espaço em que eles se sentem representados.

NBA com Bala na Cesta: A NBA e o basquete em si

NBA com Bala na Cesta: Magic e Jordan
“Meu ídolo sempre foi o Magic Johnson pelo que ele representa dentro e fora de quadra.”

TURISTA FC: Pela minha saudação, a galera já pode notar que torcemos para o Lakers. Então me conta aí quando começou essa paixão por esse time que é o que mais vezes chegou à Final da NBA. Você também adota e tem admiração outros times e elencos passados? Quais atletas você admira e por que?

FÁBIO BALASSIANO: Sem dúvida. Quando a gente começa a escrever, fazer blog, o time passa a ser secundário e as histórias, personagens, vêm na frente. O Spurs do Pop é um time maravilhoso e eu admiro muito. A história de reversão de expectativa do Steph Curry, idem. Meu ídolo sempre foi o Magic Johnson pelo que ele representa dentro e fora de quadra. O Kobe, dos que eu vi jogar a carreira inteira, foi o mais surreal no sentido de ser um serial killer no ataque e uma mentalidade absurdamente comprometida.

TURISTA FC: E não é só em NBA que você é especialista. Antes de tudo é pelo basquete nacional de passado glorioso. Inclusive o feminino, certo? Quais são os seus ídolos do basquete brasileiro? O que você pode dizer sobre os brasileiros que já passaram, estão e podem chegar à NBA?

FÁBIO BALASSIANO: Aqui meus ídolos são Paula, Hortência, Oscar, Wlamir, Alessandra e Marcel de Souza. Nenê é um nome histórico, com quase 20 temporadas de NBA. As pessoas precisam valorizar isso. Raulzinho creio que pode ter vida longa na liga. E em breve creio que podemos ver o Didi, de Franca, por lá.

TURISTA FC: De volta sobre NBA. Vamos falar sobre as arenas e os jogadores que você já entrevistou, tudo bem? Quais arenas você mais gostou de visitar e por que? Seja a trabalho ou por lazer mesmo. E quais os jogadores e ex jogadores você mais gostou de entrevistar e por que?

FÁBIO BALASSIANO: O Garden, em Nova Iorque, é muito incrível. Tem um ar diferente, sem dúvida. A Arena do Nets é a mais moderna que eu já vi na vida. O ginásio do Boston é um convite a história. Todos são muito maneiros. Dos jogadores que entrevistei, me surpreendeu o Dwyane Wade, pela humildade e educação, o Chris Bosh pela calma e inteligência e o Dirk Nowitzki, que é muito menos sisudo do que a gente pode imaginar. O Russell Westbrook é de fato uma mala, bem mal educado mesmo. O Kobe Bryant é dono de uma classe incrível pra atender a imprensa. O que mais gostei de entrevistar com exclusividade sem dúvida foi o Charles Barkley, mega simpático e com ótimas tiradas. O Isiah Thomas foi a realização de um sonho de infância.

TURISTA FC: Sobre os jogadores. Você tem alguma lista dos melhores? Pode dizer aqui para gente quais são os melhores que já jogaram, os melhores da atividade e os melhores de todos os tempos?

FÁBIO BALASSIANO: Essas listas sempre me quebram. Vamos só aos da atualidade, vai. Steph Curry, Kawhi Leonard, Kevin Durant, LeBron James e Anthony Davis. O Giannis, do Bucks, fica na lista de espera.

TURISTA FC: Eu acompanho o seu trabalho há anos e nas últimas temporadas você sempre reforça algo sobre o Stephen Curry ser um dos jogadores que transformaram o jogo. Fez mudar a forma de jogar. Pode dizer um pouco sobre isso? Algum outro jogador desses anos 2000 além dele, como o LeBron ou Kobe, têm espaço nessa análise que você faz?

FÁBIO BALASSIANO: Acho que não. Apenas o Curry mesmo. O Curry é o, digamos, personagem central dessa revolução dos 3 pontos que a NBA tem passado. O cara é o maior nome de um jogo que mudou muito de cinco, seis anos pra cá. Muito por conta das coisas que ele começou a fazer – arremessar de 3 após o drible, atirar quase do meio da quadra, trocar os arremessos de dois por bolas de 3 e tudo mais. Mudar o jogo não significa que você é o melhor do jogo, mas sim que foi o responsável por transformar algo. É o caso dele.

NBA com Bala na Cesta: Ele vai pra Califórnia

NBA com Bala na Cesta: Curry e LeBron

TURISTA FC: Por falar em Curry, isso me remete à Oracle Arena. Então vamos para a parte que todo fã de basquete e turista esportivo adora. Vamos falar sobre o seu pacote. O que vai levar os fãs para ver os jogos da NBA com Bala na Cesta na Califórnia. Como foi criada essa ideia? Como a galera do Turista FC chegou até você? E como vocês chegaram nessas datas e locais?

FÁBIO BALASSIANO: Foi algo sensacional. Fomos apresentados, o papo fluiu muito rápido, primeiro veio o interesse em fazer um apoio ao blog pra capturar clientes do basquete e depois em fazermos algo relacionado a turismo de experiência no melhor basquete do mundo. E na Califórnia, onde tudo tem acontecido em termos de basquete nesta temporada. Havíamos alguns locais em mente, mas devido a proximidade das cidades e aos jogos disponíveis optamos pela Califórnia mesmo.

TURISTA FC: E o que está incluso no pacote? Vai facilitar muito a experiência da galera?

FÁBIO BALASSIANO: Além dos ingressos para os jogos, toda parte de alimentação, transporte, passagens e alguns tours que faremos pelas cidades em pontos relacionados a basquete. A ideia é viver intensamente o esporte que a gente tanto ama no período em que estivermos lá. Vai ter muita surpresa, mas ainda não posso antecipar.

TURISTA FC: Pelo que eu vi, os dois hotéis, tanto o de São Francisco como o de Los Angeles, ficam próximos das arenas se for de carro. Isso é sensacional. Vai dar tempo de chegar cedo com o pessoal e ver o pregame shooting around dos times?

FÁBIO BALASSIANO: Se eu não ver o pregame do Steph Curry eu não volto pra casa (risos). Claro que iremos ver. Mas em Los Angeles eu confesso a você que eu só entro no ginásio depois de tirar as fotos em frente às estátuas do Shaq, Elgin Baylor e Jerry West. Vou tentar achar alguma dos craques do Clippers. Se encontrar aviso a você…

TURISTA FC: Acredito que será muito difícil encontrar alguma estátua do Clippers (risos). Mesmo o time indo além das expectativas nessa temporada. A classificação do Oeste está bem acirrada. Até abril muita coisa deve e vai rolar, estaremos nas vésperas dos Playoffs e os ânimos geralmente começam a ficar mais à flor da pele.Até porque cada detalhe vai fazer a diferença em uma vitória que pode ajudar a ter o mando de quadra para os Playoffs. Você tem alguma ideia de qual jogo vai ser o mais eletrizante?

FÁBIO BALASSIANO: O Utah x Clippers promete. Os dois, muito provavelmente, vão estar brigando por uma vaga ali no playoff. Algo me diz que vai ser o mais disputado de todos. Ver o LeBron, porém, é sempre uma experiência incrível. E o Lakers, né…

TURISTA FC: E você acha que vai rolar alguma partida para apreciar o jogo em si de uma maneira mais técnica e menos em questão de espetáculo? Por que?

FÁBIO BALASSIANO: O jogo do Warriors é esta partida que você cita. Nunca vi esse Warriors de tão perto e no ginásio deles certamente dá pra pegar a “cor local”, ou seja, um pouco do que a torcida sente pelo time. Estou ansioso por este jogo também.

TURISTA FC: A gente estava listando semana passada sobre os pontos cruciais para o turista esportivo embarcar nessa viagem. Isso virou até post aqui no blog. Um deles me chamou a atenção e gostaria que você dissesse aqui para o pessoal: Por que a Califórnia é o melhor lugar para ver um jogo da NBA?

FÁBIO BALASSIANO: Pô, irmão, até o Sacramento está jogando bola nesta temporada. Isso diz muito sobre os times da Califórnia. É maneiríssimo isso e estar na região vai proporcionar muita coisa legal pra gente que for nessa viagem.

TURISTA FC: Estamos já quase no fim do nosso bate-papo sobre essas experiência incrível de ir aos jogos da NBA com Bala na Cesta na Califórnia. Gostaria de fazer um bate bola com você, tudo bem? Eu digo a palavra e você diz outra para completar. Preparado?

FÁBIO BALASSIANO: Claro, vambora.

NBA com Bala na Cesta: Bate Bola

NBA com Bala na Cesta: Kobe Bryant
“O Kobe, dos que eu vi jogar a carreira inteira, foi o mais surreal”

TURISTA FC: Lakers

FÁBIO BALASSIANO: Tradição-Glamour

TURISTA FC: Celtics

FÁBIO BALASSIANO: História

TURISTA FC: Warriors

FÁBIO BALASSIANO: Revolução

TURISTA FC: Michael Jordan

FÁBIO BALASSIANO: Deus

TURISTA FC: Steph Curry

FÁBIO BALASSIANO: Artista

TURISTA FC: Jogo 7

FÁBIO BALASSIANO: Melhor coisa do mundo

TURISTA FC: Basquete Nacional

FÁBIO BALASSIANO: Em evolução

TURISTA FC: Basquete Feminino

FÁBIO BALASSIANO: Amor e sofrimento

TURISTA FC: LeBron James

FÁBIO BALASSIANO: Cracaço! Muito Cracaço!

TURISTA FC: Kevin Durant

FÁBIO BALASSIANO: “Bitch?

TURISTA FC: Califórnia

FÁBIO BALASSIANO: Um sonho a ser alcançado

TURISTA FC: Bala na Cesta

FÁBIO BALASSIANO: Meu maior orgulho de vida profissional.

TURISTA FC: Fábio Balassiano

FÁBIO BALASSIANO: Muito crítico, gente boa na mesma medida.

TURISTA FC: Bom, Bala. Muito obrigado pela entrevista e por toda a atenção. Desejo muito sucesso nessa viagem e que você continue gerando conteúdo de primeira para os fãs de basquete do Brasil. Pode deixar um último recado para a galera aqui?

FÁBIO BALASSIANO: Torço muito pra essa viagem chegar logo e passarmos dez dias incríveis nos EUA vivendo e respirando basquete. Vai ser incrível.

NBA com Bala na Cesta: 10 noites na Califórnia

NBA com Bala na Cesta

 

Para quem não conhecia o trabalho do Fábio Balassiano, agora já está por dentro depois dessa conversa. E para quem já conhecia e já quer embarcar nessa jornada rumo à Califórnia para ir aos jogos da NBA com Bala na Cesta, a hora é agora. A experiência tem a data e a companhia perfeita para você embarcar nessa viagem imperdível. Você pode inclusive adquirir o pacote agora mesmo. É só entrar em contato com a equipe do Turista FC. Fique à vontade em tirar dúvidas e procurar mais informações se necessário. O importante é já estar preparado para abril de 2019. Afinal, os grandes craques da NBA te esperam na companhia do grande Fábio Balassiano.

Garanta agora mesmo a sua ida à Califórnia para os jogos da NBA com Bala na Cesta!

Fechar Menu
WhatsApp chat